Follow by Email

sábado, 19 de outubro de 2013

Infinitudes

 
Eu acredito no infinito.
Eu experencio o infinito.
Em mim tenho o infinito.
Um infinito fático, palpável.
Quem dera todos soubessem!
Eu tenho um vórtice sem fim.
Eu tenho depósitos sem fim.
Eu tenho conexões sem fim.
Chego a pensar que não terei fim!
Eu posso aprender para sempre!
Não posso contabilizar-me.
Em mim tenho constelações,
buracos negros, galáxias, infinitos.
Eu sou infinito, inquantificável, inacabável.
Sei disso porque aprendo e nunca aprendo o suficiente.
Não sou fim. Leio para ler mais. Sei para saber mais.
Amo para amar mais. Sou para ser mais.
Desejo para ter mais desejos. Sonho para mais sonhar.
Eu sou maior que eu mesmo. Eu sou mais, sempre mais.
Meu corpo é pequeno demais, contém galáxias e sóis.
Eu sou universos. Eu sou grande.Eu sou infinito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário