Follow by Email

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Dourada


E se tu és dourada
E se tu és alada
Eu sou apenas um qualquer...
Sou apenas homem;  és divina mulher!
Se os céus douraram-te
Se os humanos mimaram-te
Só eu sigo
Só eu vivo
Em caminhos cheios de calhaus...
Ai! Como os deuses são maus
Em assim me criar...
Eu sou triste escritor a vagar
Das letras triste e fiel peregrino
E tu?

Tu és da perfeição o destino!







Imagem: http://g1.globo.com/Noticias/PopArte/0,,MUL101648-7084,00.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário