Follow by Email

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Sem lugar...


Prof. Amilcar Bernardi



Sem lugar, de lugar nenhum
Despatriado, sem lugar algum
Despossuido, sem nada; ao léu
Perdido sem nada: sem terra, sem céu
Andarilho sem caminho para andar
Transeunte eterno sem ter onde parar
Andante sem pertence
Viajante, a ninguém pertence
Só idas, só saídas; alma viajada
Triste vagabundo, andarilho sem chegada

Nenhum comentário:

Postar um comentário