Follow by Email

domingo, 25 de novembro de 2012

Preconceitos...


Prof.Amilcar Bernardi



Presos por grades, convenções e casas...
Também presos por corpos sem asas!
Aprisionados por ruas, bairros e favelas...
Tantas grades que já não vivemos sem elas!
Previsível, regularizado e já civilizado...
Portões, muros... pelos outros já bloqueado!
Todos presos ao passado, o futuro na prisão fenece...
Preso ao hoje que se repete, o amanhã não acontece!

2 comentários:

  1. O amanhã é imprevisível, meu caro poeta, Amilcar Bernardi. Precisamos construí-lo... Soltemos-nos das grades.

    Abraços!

    Sonia Salim

    ResponderExcluir