Follow by Email

sábado, 12 de novembro de 2011

A Filosofia

Prof. Amilcar Bernardi
  

Há séculos subsiste a idéia de que o filósofo é um sonhador que não vê a realidade sob seu nariz. Muitos de nós pensamos assim. Esse pensamento nos assalta porque o filósofo se ocupa também de coisas intangíveis, como conceitos e com as interpretações que os homens fazem das coisas. Questiona o filósofo: o que é o certo? Onde está a verdade? O que é a felicidade?
 O filósofo não tem como preocupação primeira a praticidade (mas não a exclui) de seus estudos. Esse pensar permite que o filósofo se preocupe tanto com as certezas e verdades quanto com as incertezas e as ignorâncias.  O filósofo sabe que a pergunta é mais importante que a resposta, porque a resposta imobiliza, a pergunta, ao contrário, energiza o intelecto.  Já outro filósofo, Marx, queria transformar o mundo. Ele optou pelo lado prático do filosofar. Isso significa que a idéia de que todo o filósofo é sonhador não é tão verdadeira assim.
Inúmeras vezes a questão filosófica é revolucionária e, pasmem!, mesmo sendo teórica! Nada mais transformador do que perguntar pelo sentido das coisas. Perguntar é interpretar, interpretar sugere novas questões. Novas questões revolucionam até a própria história de quem questiona. Agimos sempre e necessariamente através da interpretação que fazemos do mundo, por isso que a pergunta transforma mais que as respostas. O principal é: nunca deixar de refletir. Eis a missão do filósofo. É como no mito de sísifo.
        A Filosofia é essencialmente  pergunta, é reflexão. Ela é cem por cento ação, movimento. Por isso é tão difícil conceitua-la. Conceituar é imobilizar o movimento de que a Filosofia é feita. Mesmo a ciência exata, a cada resposta que encontra, a própria resposta sugere inúmeras questões filosóficas. A ciência para cada resposta encontra uma caixa de Pandora a ser exorcizada pela Filosofia. O limite da ciência está na recusa em filosofar.  Porém, se a ciência sublimar-se e questionar-se... ela será Filosofia e não mais ciência pura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário