Follow by Email

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Bom dia! Boa noite!

Amilcar Bernardi 

A luz veio. Veio bem lenta.
Pobre de início. Depois opulenta.

Sombras indo, fugindo...
Sombras se despedindo...

Bom dia! Disse alegre o sol dourado...
Adeus! Disse o negror já tão cansado!

E a luz adeja,
A luz voeja...

Ela vem com asas douradas
Das altas nuvens encantadas

A luz vem a noite empurrando
vem sobre as casas voejando...

Bom dia! Disse alegre o sol dourado...
Adeus! Disse o negror já tão cansado!

A noite bocejou indo, fugindo...
Estrelas fecham seus olhos se despedindo...

Bom dia! Disse alegre o sol dourado...
Adeus! Disse o negror já tão cansado!

Vaga-lumes vão dormir
Borboletas vão surgir

O guarda noturno vai pra cama
O despertador a aluna chama

Bom dia! Disse alegre o sol dourado...
Adeus! Disse o negror já tão cansado!

O sol forte sua luz irradia
Foi-se a noite, veio o dia

Festa, festa, tudo agora é dourado!
Festa, festa é dia ensolarado!

Bom dia! Disse alegre o sol dourado...
Adeus! Disse o negror já tão cansado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário